Obra

Panapaná

curador: Coletivo Cerâmica Contemporânea Curitiba
nº de obras: 4.000
local: Jardim externo

Jardim do MON recebe mais de quatro mil borboletas de cerâmica
Esta é quarta edição do coletivo “Cerâmica Contemporânea Curitiba”

O Museu Oscar Niemeyer (MON) recebe a intervenção “Panapaná”, no jardim externo do museu. São mais de quatro mil borboletas de cerâmica, produzidas por cerca de 80 artistas do coletivo “Cerâmica Contemporânea Curitiba”.

“Panapaná” é um termo de origem Tupi que significa coletivo de borboleta, representando o grupo de artistas que criaram as peças expostas. As borboletas, assim com a argila usada, representam renovação, transformação e metamorfose.

Esta é a quarta edição do projeto de intervenção de cerâmica no museu. Em 2015, o museu recebeu várias peças inusitadas de pássaros em pleno voo, expostas no jardim e espelho d’água. Diferente das instalações anteriores, este ano as borboletas exibirão o vitrificado da cerâmica em cores variadas. 

A mostra ficará aberta ao público até dia 3 de março de 2017 e a entrada é gratuita.

Serviço
Intervenção “Panapaná” – Coletivo Cerâmica Contemporânea Curitiba
De 9 de dezembro de 2016 a 3 de março de 2017
Local: Jardim externo do MON
Entrada gratuita