Obra

29ª Bienal de São Paulo - Obras Selecionadas

artistas: Vários
curador: Agnaldo Farias e Moacir dos Anjos
nº de obras: 17
local: Salas 5, 6 e Olho

O Museu Oscar Niemeyer, em parceria com a Fundação Bienal, exibe 73 obras de 12 artistas presentes na 29ª. Bienal de São Paulo. Com abertura neste sábado (14), às 11h, a exposição apresenta trabalhos selecionados pelos curadores da megaexposição Moacir dos Anjos e Agnaldo Farias. O projeto de itinerância da Bienal fará a exibição de seleções específicas em 13 cidades brasileiras até agosto deste ano, cada mostra com um recorte diferente.

“Embora seja impossível, obviamente, o transporte integral de exposição tão extensa e complexa como a Bienal para outros lugares, o trabalho conjunto entre a curadoria da Bienal de São Paulo e as instituições que recebem esses recortes permite que seus visitantes tenham acesso a vários destaques e que desfrutem do contato próximo com algumas das mais relevantes produções da arte contemporânea brasileira e internacional”, explica Moacir dos Anjos.

Com patrocínio nacional do Banco Itaú e Fiat, a 29ª Bienal de São Paulo – Obras Selecionadas, refletirá os conceitos artísticos expostos ao mundo no Pavilhão da Bienal no Parque Ibirapuera. A relação arte e política, mote central da mostra, será também o fio condutor das exposições itinerantes. O MON irá abrigar, segundo o curador, “uma seleção de obras que demonstram as várias maneiras pelas quais a arte tece, nela mesma, uma política”.

Entre as obras selecionadas para este recorte, a vinda dos trabalhos de artistas como Carlos Garaicoa, Ernesto Neto, Juliana Stein, Samuel Beckett, Sandra Gamarra, entre outros mostra a importância da participação da cidade para a Bienal. Entres os citados destaca-se a série de 11 imagens reunidas em Sim e não, da artista Juliana Stein, única representante paranaense a participar da Bienal.

Os retratos de homens que, valendo-se de cosméticos, perucas e roupas femininas, travestem-se de mulheres. São fotografias que, a despeito das razões que levam cada um deles a assumir outra identidade sexual, sugerem a condição transitória e circunstancial do indivíduo na contemporaneidade – não mais estável, mas se refazendo a cada instante; não mais uno, mas dividido de modo irreparável.

A mostra da 29ª Bienal de São Paulo – Obras Selecionadas fica em exibição por cerca de dois meses em cada uma das 13 cidades por onde passará a itinerância: Curitiba, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Salvador, Juiz de Fora, Santos, Araraquara e Ribeirão Preto. A exposição passará ainda por Recife, Porto Alegre, Campinas, Brasília e São José dos Campos.

Visita virtual da 29ª Bienal Itinerante

Em iniciativa inédita no país, a Bienal de São Paulo apresentará nos espaços expositivos itinerantes uma visita virtual à exposição original em formato de vídeo 360 graus. O visitante poderá interagir com um vídeo produzido com tecnologia semelhante ao famoso Google Street View: ir e voltar no tempo e espaço, vendo o público trafegando pelo pavilhão ao mesmo tempo em que admira as obras.

Programa Educativo da 29ª em Itinerância

Junto às exposições pelas cidades, o Projeto Educativo da Fundação Bienal também desenvolverá um trabalho itinerante, levando para diferentes públicos as mais variadas formas de se pensar a arte.  Com patrocínio do Instituto Votorantim, a equipe, sob coordenação de Stela Barbieri, realizou encontro para formação dos educadores na cidade que irão oferecer visitas orientadas ao longo da exposição. A equipe também fará um trabalho de formação para professores das redes particular e pública de ensino. O encontro será conduzido por coordenadores da equipe do Educativo permanente da Bienal, no dia 13 de Maio, às 14h no próprio MON.

O objetivo principal do projeto é difundir a arte contemporânea para seus mais diversos públicos, aproximando artistas, curadores, estudantes, visitantes. A partir do momento em que as obras visitadas estão mergulhadas em contextos políticos, sociais e econômicos específicos, abre-se espaço para uma abordagem aprofundada de diversas outras áreas e para a construção de um conhecimento para além da arte.

O Programa Educativo da Bienal atua justamente para ampliar este espaço de reflexão. O Material Educativo da 29.ª, composto por um livreto sobre a mostra, 30 fichas sobre artistas, seis cartazes de obras e um jogo (com tabuleiro, peças e instruções) foi desenvolvido especialmente para as formações com os professores. Ele encontra-se disponível para download no site da 29.ª Bienal (www.29bienal.org.br).
* Informações sobre a agenda do Programa Educativo pelo telefone (11) 5576-7611.

Lista de artistas da 29ª Bienal de São Paulo – Obras Selecionadas 
  
ADRIAN PIPER                                                         
CARLOS GARAICOA 
ERNESTO NETO 
JOACHIM KOESTER 
JULIANA STEIN 
KENDELL GEERS 
MANON DE BOER 
MARCELO SILVEIRA 
MATHEUS ROCHA PITTA 
OSCAR BONY 
SAMUEL BECKETT 
SANDRA GAMARRA