Obra

América do Sul, a Pop Arte das contradições

artistas: Mostra coletiva
curador: Paulo Herkenhoff e Rodrigo Alonso
local: Salas 4 e 5

Museu Oscar Niemeyer abre a mostra “América do Sul, a Pop Arte das contradições”

O Museu Oscar Niemeyer (MON) abre nesta quinta-feira, 4 de outubro, às 19 horas, nas salas 4 e 5, a exposição “América do Sul, a Pop Arte das Contradições”, com curadoria de Paulo Herkenhoff, responsável pelas obras nacionais, e Rodrigo Alonso, pelas obras argentinas. A mostra possui mais de 80 trabalhos de artistas reconhecidos no cenário artístico nacional e internacional, como Claudio Tozzi, Nelson Leirner, Wesley Duke Lee, Samico, Antonio Dias, Anna Bella Geiger, Cildo Meireles, Décio Pignatari, Antonio Berni, Hélio Oiticica, Lygia Pape, Artur Barrio. E é um recorte do movimento Pop Art no Brasil e na Argentina na década de 1960.

As imagens documentam o tempo e os diversos territórios que os artistas transformaram e experimentaram, oferecendo uma visão semelhante da Pop Arte em ambos os países. A mostra foi composta por uma visão geral dos muitos fragmentos que são obras de um diálogo permanente do contemporâneo ao mesmo tempo histórico.

Anna Bella Gaiger - Carne na Tábua
Anna Bella Gaiger - Carne na Tábua
Antonio Dias - O Glutalo
Antonio Dias - O Glutalo
Claudio Tozzi - Che Guevara
Claudio Tozzi - Che Guevara
Cildo Meireles - Zero Centavo
Cildo Meireles - Zero Centavo
Cildo Meireles - Inserções em Círculos ideológicos - Projeto Coca Cola
Cildo Meireles - Inserções em Círculos ideológicos - Projeto Coca Cola