Obra

Poty, Entre Dois Mundos

artistas: Poty Lazzarotto
acervo:Museu Oscar Niemeyer
curador: Maria José Justino
nº de obras: 153
local: Torre

Será inaugurada no dia 26 de outubro, na Torre do Olho do Museu Oscar Niemeyer (MON), a exposição do artista Poty Lazzarotto (1924 – 1998): “Poty, Entre Dois Mundos”, com obras inéditas. A curadoria é de Maria José Justino e a assistência de curadoria é de Juliane Fuganti.


A mostra é um recorte da maior coleção já doada à instituição, com aproximadamente 4,5 mil obras, e inicia no MON um espaço contínuo de exposições deste importante artista.


A doação, generosamente feita pelo irmão de Poty, João Lazzarotto, trouxe ao Museu mais de 3 mil desenhos e 366 gravuras, além de tapeçarias, entalhes, serigrafias e esculturas. 


Na ocasião da doação, o irmão comentou que o gesto atendia ao desejo do artista. “Poty dizia que obra de arte é para o público olhar e queria que as suas ficassem aqui. Ele recusou pedidos de levar para Paris e para outros lugares. Curitiba era tudo para ele.” O irmão explicou que a família escolheu fazer a doação ao MON por ser um museu com as condições necessárias para abrigar, preservar e expor as obras.


“A partir de agora, um significativo recorte da Coleção Poty pode ser vista pelo público nesta mostra, que inicia no MON um espaço contínuo de exposições deste importante artista”, afirma a diretora-presidente do MON, Juliana Vosnika. Parte de suas obras também deverá ser levada ao interior do Estado, em mostras itinerantes, permitindo assim à instituição exercer sua importante função de democratizar a arte.


Para Luciana Casagrande Pereira, superintendente-geral da Cultura, “a incorporação da coleção de Poty ao acervo do MON é um marco porque é a garantia de que a grande e expressiva obra do artista torna-se definitivamente patrimônio dos paranaenses”.


A exposição 

A mostra reúne aproximadamente 130 obras. Segundo a curadoria, o público tem nesta exposição a oportunidade de perscrutar um Poty ambivalente: a experiência mística e a transgressiva, a contemplação e os sentidos, o amor divino e o carnal narrados por belas imagens.


A temática do sagrado é apresentada com uma diversidade de técnicas: desenho, gravura ponta-seca, água-forte, água-tinta, litografia, xilogravura, escultura e mural. A exposição também traz ao público muitos desenhos, em boa parte inéditos, feitos pelo artista. 


“Dono de um desenho primoroso e um gravador excepcional, Poty foi grande em muitos temas: o trabalhador (em especial, os ferroviários), a guerra, a cidade, a história (narrada, sobretudo, nos imensos murais a céu aberto), os indígenas (em 1967, Poty albergou-se no Parque Indígena do Xingu), os santos (em especial, São Francisco), as mulheres da família, as prostitutas e as cenas do cotidiano”, comenta Maria José. “Em todos, ele é ímpar”, diz a curadora.


SOBRE O MON

O Museu Oscar Niemeyer (MON) é patrimônio estatal vinculado à Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura do Paraná. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além de grandiosas coleções asiática e africana. No total, o acervo conta com aproximadamente 14 mil obras de arte, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, sendo 17 mil metros quadrados de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina. 


Serviço

Exposição “Poty, Entre Dois Mundos”

A partir de 26 de outubro de 2022

Torre do Olho


Museu Oscar Niemeyer

Rua Marechal Hermes, 999

Curitiba – Paraná

museuoscarniemeyer.org.br