22.11.2019

MON realiza a 13ª Bienal Brasileira de Design Gráfico da ADG

Acontece no Museu Oscar Niemeyer (MON), de 30 de novembro a 15 de dezembro, a 13ª Bienal Brasileira de Design Gráfico da ADG Brasil – Associação dos Designers Gráficos, numa parceria entre as duas instituições.

“A vocação do MON para as artes visuais, arquitetura e design transforma-o no espaço ideal para a realização desse importante evento do setor, que terá no MON um espaço único, para realçar ainda mais as mostras que serão apresentadas”, afirma a diretora-presidente do MON, Juliana Vosnika.

Curitiba foi escolhida para sediar o evento por suas características de miscigenação e inovação, além de contar com o MON, maior museu de arte da América Latina, segundo explica o coordenador executivo da Bienal, Tulio Filho.

“Curitiba é o lar de diferentes povos e culturas de todos os continentes, que foram se juntando, se formando e o resultado é este desenho de múltiplos traços do curitibano. Nada mais natural, para quem faz parte da rede de Cidades Criativas da Unesco como Cidade do Design, receber um evento de tamanha importância como este”, diz o coordenador.

O MELHOR DO DESIGN
A Bienal terá três exposições. Uma delas, a mostra “ADG Brasil 30 Anos”, reunirá 30 cartazes de grandes nomes do design brasileiro, trazendo os melhores trabalhos dos últimos 30 anos de designers gráficos, tipógrafos e ilustradores de diferentes linguagens e gerações.

A segunda mostra será uma exposição de 48 peças de sete designers japoneses, impressos em fine art, numa parceria entre a ADG Brasil e a Japan Foundation.

A principal das três exposições trará 59 trabalhos selecionados entre os quase 1.300 projetos encaminhados por designers de todo o país. Estes foram avaliados por um júri formado por 142 profissionais de renome, que selecionaram 583 projetos finalistas em diversas categorias. Do branding aos cartazes, passando por segmentos como o design editorial, de animação, tipográfico, de produto e também o design de serviços, totalizam 52 categorias.

Segundo o curador e presidente do júri, Gustavo Greco, a curadoria deste ano buscou um design gráfico brasileiro que se expresse por múltiplas vozes, representadas na identidade do evento pelo hibridismo, mestiçagem, sobreposição de camadas e formas e multiplicação das cores. “O corpo do júri é integralmente brasileiro, com profissionais de diversos Estados. Sem dúvida, teremos uma Bienal que coloca a diversidade e a pluralidade em primeiro plano”, comenta Greco.

Além das exposições, o evento terá palestras, talks, painéis e visitas mediadas. Organizada pela ADG Brasil desde 1992, a Bienal já registrou e expôs mais de 3.500 projetos para um público estimado de 400 mil pessoas de 50 países. A última edição aconteceu em Brasília. A 13ª edição é realizada numa parceria inédita com o MON.

Serviço
13ª Bienal Brasileira de Design Gráfico
30 de novembro a 15 de dezembro de 2019
Entrada gratuita
Salão de Eventos do Museu Oscar Niemeyer (MON)
Rua Marechal Hermes, 999 – Curitiba