01.11.2022

MON divulga programação especial do Arte para Maiores de novembro

A edição de novembro do programa Arte para Maiores do Museu Oscar Niemeyer (MON), destinado especialmente ao público com mais de 60 anos, terá visita mediada, oficina artística e videoconferência.
As ações acontecerão nos dias 8 e 23 de novembro. No dia 8 de novembro, terça-feira, o colecionador e curador Fausto Godoy conduzirá uma visita mediada na exposição “Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses”, que está com sua nova edição: “Colonialismo”. Em seguida, o Educativo fará uma oficina prática.
A videoconferência será no dia 23 de novembro, quarta-feira, e será com o artista e pesquisador Marco Baena. Ele contará sobre sua relação com a coleção asiática e trará pontos de vista do campo artístico sobre algumas obras em exposição na mostra.
Para se inscrever nas atividades é necessário preencher o formulário online. As vagas são limitadas e não é necessário possuir conhecimento prévio em artes visuais.

Em cartaz
Esta edição da mostra “Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses”, apresentada na Sala 5, conta com o tema “Colonialismo”. A exposição aborda o impulso hegemônico e mutante de um grupo sobre outro, que tem sido a tônica da curva das civilizações. Além disso, traz ao público um recorte das cerca de 3 mil obras de arte asiáticas pertencentes ao acervo do MON e promove a reflexão sobre as diversas interpretações do colonialismo na Ásia.

Arte para Maiores
Em 2019, o programa Arte para Maiores conquistou um importante reconhecimento nacional na área de educação em museus, o Prêmio Darcy Ribeiro 2019, concedido pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM). Em 2020, o programa tornou-se on-line, em decorrência das restrições impostas pela pandemia. Em 2021, o Arte para Maiores retornou em sua versão presencial, seguindo o protocolo de segurança.

Sobre os convidados
Fausto Godoy
Bacharel em Direito pela Instituição Toledo de Ensino (Bauru). Cursou doutorado na Universidade de Paris (I), em Direito Internacional Público (1971). Tem diploma de Língua e Civilização Francesa pela Universidade de Paris – Sorbonne. Cursou História da Arte na École du Louvre (1973). Ingressou na carreira diplomática em 1976. Serviu nas Embaixadas do Brasil em Bruxelas (1978); Buenos Aires, (1980); Nova Delhi (1984); Washington (1992) e Tóquio (2001). Foi designado embaixador junto aos governos do Paquistão (2004) e Afeganistão (2005). Serviu posteriormente em Hanoi (2007); Consulado do Brasil em Tóquio; Escritório Comercial do Brasil em Taipé e nas Embaixadas do Brasil em Bagdá (sediada em Amã), Daca, Astana e Yangon. Foi cônsul-geral do Brasil em Mumbai (2009). Aposentou-se do Serviço Exterior Brasileiro em 2015. Fausto Godoy doou sua coleção de arte e etnologia asiáticas (com cerca de 3.000 peças) ao Museu Oscar Niemeyer, de Curitiba. Esta coleção constitui a primeira ala asiática em um museu brasileiro. É membro da Diretoria da Câmara de Comércio Brasil-Índia. É coordenador do Núcleo de Estudos e Negócios Asiáticos na ESPM. Tem matérias publicadas em revistas brasileiras e participa de seminários nacionais e internacionais sobre a Ásia.

Marco Baena
Doutorando em Abordagens Teóricas, Históricas e Culturais da Arte pelo Instituto de Artes da UNESP. Mestre em Artes Visuais e bacharel em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP. Atualmente integra o grupo de estudos do Laboratório de Pesquisa em Identidade e Diversidade Cultural do Instituto de Artes da UNESP.

SOBRE O MON
O Museu Oscar Niemeyer (MON) é patrimônio estatal vinculado à Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura do Paraná. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além de grandiosas coleções asiática e africana. No total, o acervo conta com aproximadamente 14 mil peças, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, sendo 17 mil metros quadrados de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina. Os principais patrocinadores da instituição, empresas que acreditam no papel transformador da arte e da cultura, são: Copel, Sanepar, Grupo Volvo América Latina, Vivo, Grupo Focus e Moinho Anaconda.

Serviço
Visita mediada e oficina
8 de novembro
Horário: das 14h às 17h

Videoconferência
23 de novembro
Horário: das 14h às 15h30
Rua Marechal Hermes – 999 – Centro Cívico – Curitiba